Saúde

Hiperatividade Infantil – Quais os Sintomas e Qual o Tratamento

A Hiperatividade Infantil também conhecida como Transtorno de Déficit de Atenção é um distúrbio, que ataca de 3% a 5% das crianças que freqüentam a escola. Ela é mais comum nos meninos, também acontecem na fase adolescente com 5,8% com jovens que estão na faixa de 12 a 14 anos. Muitas crianças que apresentam um histórico familiar meio perturbado tem mais chances de adquirirem este distúrbio. Mas também pode ser causado por problemas durante a gravidez da mão ou problemas e complicações durante o parto. Quando a criança é pequena deve se avaliar muito o comportamento, para saber se há algo de errado com ela, pois é entre 2 ou 3 anos de idade, até mesmo no inicio da fase escolar, que geralmente começam a apresentar os sintomas. Com a passagem da puberdade a Hiperatividade vai se mostrando mais visível, os adolescentes que sofrem desse transtorno geralmente na fase adulta mostram melhora de comportamento.

Quais os sintomas?

Falta de concentração; quando a criança esta sempre mudando de atividade sem concluir a que havia iniciado. Quando ficam distraídas muito fácil; qualquer barulho chama a atenção dela. Quando agem impulsivamente; sem pensar em resultado ou conseqüência. Impaciência; quando interrompem conversas alheias e tarefas. Movimentos excessivos; quando não permanecem deitadas ou sentadas, demoram a se acalmar antes de dormir, não ficam quietas mesmo sendo necessário e agressividade.

 

Qual o tratamento?

A Hiperatividade é difícil de detectar e muito fácil de confundir. O objetivo do tratamento é acabar com os sintomas e com os transtornos, melhorar o aprendizado, linguagem, escrita, educação, relação social e familiar. Os pais desempenham papel fundamental no tratamento, e é necessário que a criança tenha acompanhamento de um médico pediatra e acompanhamento psiquiatra, para ele esclarecer o que o faz agir assim e deixar claro do que ele deve e não deve fazer. Será passado aos pais e professores da criança o modo como tratá-la e agir com ela. É preciso muita atenção. Mais o único tratamento é a reeducação da criança, eles precisam muito do apoio e carinho dos pais.

 

  O que você achou da matéria? Então não se esqueça de deixar o seu comentário. E obrigada pela sua visita! 

Assuntos do Artigo:
  • hiperatividade infantil

Comente Via FaceBook

Comentários




Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.